Moto Explorer

June 27, 2011 - Concórdia – SC

June 27, 2011 -  ?> | 6 comments | Viagem

Neste feriadão do Corpus Christi fui à cidade de Concórdia, onde a Patrícia faz o seu pós-doc. São apenas 400 km de Curitiba pelas rodovias BR-476 e BR-153. Ambas em péssimo estado no estado do Paraná e um tapete do lado catarinense. Pelo visto os representantes do povo não estão fazendo o seu trabalho 😉

A ida, na quinta-feira foi bem tranquila com poucos carros e tempo nublado até a divisa, entrando em Santa Catarina um belo sol.

Em São Mateus do Sul, em um posto que sempre paro para tomar um capuccino, encontrei um grupo de motociclistas de São José do Rio Preto, indo para Fraiburgo, terra da maçã. Saindo de um calor terrível, já estavam reclamando do frio! Na estrada vi mais dois motociclistas com motos custom e um cara com uma Shadow, solo, que andamos juntos por um tempo.

Mas o feriado foi de tempo nublado e chuva. Desta vez saímos muito pouco pela região e acabamos apenas no sábado indo visitar a igreja do Pinheiro Preto, uma antiga igreja, construída no tempo da colonização pelos italianos e transportada da região alagada pela represa de Itá para Concórdia. Mas aviso, só com o GPS você encontra a igreja!

Demos mais umas voltas e no contorno norte, um desvio para os caminhões que seguem à Sadia, descobri uma pequena rua asfaltada. Entramos nela e seguimos, a região ali é muito bonita e logo demos no Aeroporto Municipal de Concórdia. Ele existe! Taí a foto para provar!

Dizem que uma empresa vai oferecer voos para Curitiba algumas vezes na semana. O aeroporto mais próximo, com voos para cidades grandes fica em Chapecó.

Na volta do aeroporto tiramos uma foto com Concórdia ao fundo. A cidade fica em um vale e, naturalmente, é rodeado de encostas com casa por tudo quanto é lado e com cada ladeira que dá até medo de subir (ou descer).

A noite fomos ao apartamento do casal Ricardo/Vanessa, colegas de trabalho da Patrícia, um casal de gaúchos gente da melhor qualidade, que nos ofereceu um churrasco pra lá de bom. E a chuva caia forte! Saímos tarde do churrasco e o meu plano era sair cedo para evitar o tráfego, mas chuva caiu a noite toda e pela manhã ainda garoava forte.

Não teve jeito, saí com chuva mesmo, e foi assim até passar o trevo para Chapecó, onde o asfalto estava seco mas o frio intenso. Eu estava congelando! Já descobri que, para nós do sul do Brasil, as manoplas aquecidas não são um luxo, são uma necessidade. E botas decentes, claro. Preciso arranjar um par imediatamente que seja quente e impermeável!

Na chuva voltei pilotando com mais cuidado e na pista seca pude impor uma velocidade maior. Nenhum imprevisto, nenhum acidente em todo o trajeto, foi mesmo uma viagem tranquila.

A V-Strom é uma moto muito boa para viagens. Fiz esta viagem solo, podendo apreciar melhor a moto, com suas ótimas retomadas de velocidades e segurança ao fazer curvas. Dá vontade de seguir viajando!


 De Curitiba para Concórdia, dia 23/06/2001
Curitiba, PR Concórdia, SC
428,5 5:00 Nublado, 15
85,5 156  Mapa
 De Concórdia para Curitiba, dia 26/06/2011
Concórdia, SC Curitiba, PR
410,5 4:43 Chuva,  10
86,7 169  Mapa
Share

Deixe o seu comentário

6 comentários para este artigo.

Deixe um comentário

*